Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > História da Ciência > Projetos de pesquisa > Exposições científicas e sociedade: o caso da Exposição Internacional de Higiene de 1909
Início do conteúdo da página

Divulgação da ciência nas revistas científico-literárias brasileiras do século XIX

Publicado: Terça, 11 de Abril de 2017, 13h29 | Acessos: 3591

Coordenadora: Moema de Rezende Vergara

Resumo

Este projeto enfatiza os processos de institucionalização da ciência identificados na divulgação da atividade para o público em geral, bem como destaca a participação e o papel desempenhado por literatos e cientistas no Brasil ao longo do século XIX. A pesquisa tem por principal objeto os periódicos científico-literários, uma vez que essas publicações possuíam um caráter mais generalista, possibilitando uma análise sobre a inter-relação entre ciência e cultura no período estudado. O recorte temporal se estende da década de 1870 até a primeira década do século XX em decorrência da importância do período tanto para a história da ciência quanto para a história intelectual no Brasil.

O projeto concentra-se na análise de periódicos científico-literários por considerá-los o locus privilegiado do contato entre literatos e cientistas, relação esta que se constituiu em uma das especificidades brasileiras no processo de ampliação do conhecimento científico na sociedade e institucionalização da ciência no Brasil. A pesquisa foi iniciada pelo periódico denominado Revista Brasileira (1879 a 1900), com a finalidade de investigar a interação de cientistas e literatos na divulgação de conteúdos de ciência. Em uma segunda etapa, a pesquisa se voltou ao estudo do jornal O Vulgarizador, cujos resultados estão disponíveis em http://www.mast.br/ovulgarisador/index.php

Atualmente, a pesquisa volta-se para a análise de uma série de relatos de viagem ao rio Madeira e Amazonas realizadas pelo engenheiro alemão Franz Keller-Leuzinger e publicadas na Ilustração Brasileira, periódico que circulou no Rio de Janeiro entre os anos de 1876-1878. O projeto já foi contemplado em editais de fomento do CNPq e da FAPERJ.

Entre os resultados parciais do projeto, destacam-se também os seguintes trabalhos:
- VERGARA, M. R. Divulgação da botânica no século XIX: o caso do jornal O Vulgarizador. In: Revistas Ilustradas: modos de ler e ver no Segundo Reinado.1 ed. Rio de Janeiro: MAUAD; FAPERJ, 2011, v.1, p. 105-120.
- VERGARA, M. R. A divulgação da ciência e a ideia de território na Primeira República: a fase de José Veríssimo da Revista Brasileira In: Ciência, Civilização e República nos Trópicos.1 ed.Rio de Janeiro: MAUAD; FAPERJ, 2010, p. 137-156.


Equipe

Moema de Rezende Vergara (coordenadora); Bianca Bandeira (bolsista PIBIC - CNPq/ MAST); Gabriela Faria (mestranda do PPG-PMUS - UNIRIO/ MAST)

 

Voltar

registrado em:
Fim do conteúdo da página