Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Um sábado para reverenciar o céu

Museu de Astronomia dedicou um dia de atividades para a apreciação do cosmos , com palestra sobre a ciência que estuda astros e os registros deixados por povos do passado, além da tradicional observação do céu em telescópios.

  • Publicado: Terça, 24 de Outubro de 2017, 10h09
  • Última atualização em Quarta, 08 de Novembro de 2017, 12h21

Observar o céu é uma tradição de todos os povos, em todos os tempos. Civilizações antigas já tinham o hábito de contemplar o cosmos pela curiosidade de desvendar seus mistérios. E para mostrar o papel que a compreensão do movimento dos astros tinha na vida cotidiana nas sociedades antigas, o Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) apresenta neste sábado (4), a palestra Arqueoastronomia - uma outra forma de olhar o céu. O encontro vai abordar como o movimento cíclico do Sol, Lua e planetas, bem como o das estrelas, representam um tipo de perfeição e harmonia aparentes não alcançáveis para os seres humanos.

Também haverá a sessão do Vídeo de Astronomia - Céu do Mês, que apresenta dicas de como olhar para o céu, quais constelações estão em destaque, fases da lua e os principais fenômenos astronômicos. E aproveitando que o sábado é dedicado ao céu, nada melhor que pôr em prática o que se aprendeu analisando o astro-rei com a Observação do Sol, atividade realizada por meio de telescópios especiais que permitem a visualização de estruturas como manchas solares, protuberâncias e filamentos. No final da tarde, acontece a Observação do Céu que, por meio de uma luneta construída no início do século XX, é possível observar planetas, estrelas e fenômenos estudados pela astronomia.

Os visitantes ainda vão ter a oportunidade de ver uma réplica, em tamanho real, do Sputnik, primeiro satélite artificial feito pelo homem e que deu início à Era Espacial. O satélite faz parte do acervo do MAST e está exposto na entrada do museu em comemoração pelos 60 anos de seu lançamento. O público também vai poder visitar a fantástica exposição 3D: Imprimindo o Futuro, que possui mais de 100 peças em exibição, e revelam como a nova tecnologia inspira o futuro do design e de diversos outros setores, como a medicina e a indústria. É uma oportunidade de conhecer mais sobre essa espetacular tecnologia de impressão tridimensional.

Também é possível visitar as exposições permanentes do museu:

- Olhar o Céu, Medir a Terra: Na mostra, estão expostas peças originais do século XIX, além de réplicas de instrumentos dos séculos XVI e XVII, documentos, mapas, vídeos e fotografias de diferentes períodos da história da ciência no Brasil.

- Um Olhar nos Espaços de Dimensão 3D: a exposição revela a beleza contida em alguns conceitos revolucionários da matemática, especialmente no campo da geometrização. Para isso, combina arte e interatividade em instalações que proporcionam ao público a sensação de estar imerso em ambientes tridimensionais.

- As Estações do Ano: Terra em Movimento: com foco na astronomia básica abordando temas como os ciclos das estações do ano, dos dias e das noites e das fases da Lua.

- Visões da Luz: Mostra interativa que trabalha várias temáticas relacionadas à luz através de painéis com textos, fotografias e esquemas, instrumentos científicos do acervo do Museu, maquetes, objetos, registros fotográficos de determinados momentos históricos da Astronomia e alguns aparatos interativos.

Os eventos são gratuitos e fazem parte da programação de Sábado no MAST, localizado na Rua General Bruce, 586, no bairro de São Cristóvão.


registrado em:
Fim do conteúdo da página