Ir direto para menu de acessibilidade.
Últimas Notícias > A Chuva de Meteoros Eta Aquarídeos
Início do conteúdo da página

A Chuva de Meteoros Eta Aquarídeos

Evento astronômico permite ver os fragmentos deixados pela passagem do Cometa Halley

  • Criado: Segunda, 04 de Maio de 2020, 20h22
  • Acessos: 211

O mês de Maio já chegou e, com ele, mais um espetáculo celeste acontece: a Chuva de Meteoros Eta Aquarídeos. Apesar do pico (maior taxa de meteoros) ser esperado para a madrugada entre os dias 05 e 06, o evento astronômico vai até o dia 28 de maio. Para saber algumas curiosidades sobre o fenômeno, o Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) separou algumas dicas para o público ficar por dentro deste espetáculo que permite ver a poeira cósmica deixada pela passagem do Cometa Halley na atmosfera terrestre. Será possível observar os fragmentos do cometa que irão "cair” no céu.

Mas, o que é a Chuva Eta Aquarídeos?

O efeito chamado de chuva de meteoros acontece quando a Terra cruza a órbita de algum cometa, e seus fragmentos penetram em sua atmosfera terrestre, causando uma chuva de pequenos corpos celestes. No caso da Eta Aquarídeos, que recebe este nome porque seu radiante (região do céu de onde parecem vir os meteoros) fica na constelação de Aquário, próximo à estrela Eta Aquarii.

Fragmentos do Cometa Halley

Cometas são corpos de gelo e rocha que “moram” lá nos limites do Sistema Solar. Quando se aproximam do Sol recebem mais luz e esquentam. Seu gelo derrete e se transforma em vapor. E, por onde ele passa, vai deixando um rastro com pedacinhos de rochas. Na chuva de meteoros vemos a queima dessas rochas deixadas por um cometa quando entram na nossa atmosfera! Na Chuva Eta Aquarídeos, são resquícios do Cometa Halley, que passa pela nossa região do Sistema Solar a cada mais ou menos 76 anos.

O cometa era observado há milhares de anos, mas foi o astrônomo inglês Edmond Halley quem descobriu, em 1705, que os registros anteriores tratavam do mesmo objeto. Sua última passagem por aqui foi em 1986, quando uma sonda espacial pôde observá-lo em detalhes.

Como observar?

Para ver esse espetáculo no céu não é preciso nenhum tipo de equipamento especial. Nessa época do ano, a Constelação de Aquário está surgindo a 01h30 da manhã no lado leste do horizonte. Conforme o tempo avança, ela vai subindo no céu e ficará melhor de observar por volta das 3h da manhã. Então, na madrugada desta terça-feira, basta ir para um lugar com menos incidência das luzes da cidade e olhar o fenômeno cruzando o céu.

Para os iniciantes da astronomia, é recomendado utilizar o aplicativo Skymap, que auxilia na identificação do céu. Basta encontrar a localização exata e observar o espetáculo acontecer.

Alguns detalhes importantes:

* Período de atividade da chuva: de 19 de Abril a 28 de maio de 2020
* Pico de atividade da chuva: na madrugada do dia 04 para 05 de maio
* Para observar olhe para o lado leste do horizonte por volta das 3h da manhã
* Não é necessário equipamento para observar!

Texto com a colaboração de Claudia Matos e Flávia Requeijo, bolsistas PCI/MAST


Registro da Eta Aquarídeos em 2013 (Foto: David Kingham / Flickr)

registrado em:
Fim do conteúdo da página