Ir direto para menu de acessibilidade.
Últimas Notícias > Palestra: A formação da comunidade científica no Brasil
Início do conteúdo da página

Palestra: A formação da comunidade científica no Brasil

Edição do Encontro com a História celebra os 40 anos da primeira edição do livro que aborda a história social da ciência no país

  • Criado: Terça, 08 de Outubro de 2019, 11h17
  • Acessos: 736

Em 1979, o sociólogo brasileiro Simon Schwartzman lançou o livro " A formação da comunidade científica no Brasil", reunindo a manifestação e a preocupação com o  desenvolvimento científico e tecnológico em  nosso país,  bem como com as repercussões  e  o  relacionamento  que  a ciência,  a tecnologia  e a comunidade  científica  manteriam  com  a sociedade, com o  Estado e com a utilização do conhecimento científico pela sociedade naquela época.

Para debater os 40 anos da primeira edição do livro, o Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) realiza no próximo dia 30 a edição do Encontros com a História com a presença de Schwartzman, que vai contar sobre o processo de produção da publicação e fazer uma analogia com o contexto atual. Ao longo do encontro, o sociólogo vai abordar suas apreensões na época em que coordenou a pesquisa a história social da ciência no Brasil nos anos 1970, e as preocupações mais recentes.

O Encontro com a História acontece às 14h no Auditório do Prédio Ronaldo Mourão. A iniciativa é um ciclo de palestras tradicionalmente organizado pela Coordenação de História da Ciência e da Tecnologia do MAST e tem como principal objetivo debater temas atuais da produção historiográfica. Visa ainda trazer para o museu as discussões sobre novos métodos e abordagens da História que possam sugerir outros caminhos e questionamentos para a área de História da Ciência.

Sobre o palestrante:

Simon Schwartzman é graduado em Sociologia Política e Administração Pública pela UFMG (1958-1961), mestrado em Sociologia pela Facultad Latinoamericana de Ciências Sociales, em Santiago do Chile (1963), e o doutorado em Ciências Políticas pela University of California, em Berkeley (1973). Trabalhou como professor e pesquisador no IUPERJ (1970-1986), na FGV e na FINEP (1976-1980).

Foi professor de Ciência Política na Universidade Federal de Minas Gerais (1961-1964), e professor da Universidade de São Paulo (1989-1998). No exterior, destacou-se como professor e pesquisador visitante no Woodrow Wilson International Center for Scholars (1978), nos Estados Unidos; na École des Hautes Études en Sciences Sociales (1982-1983), em Paris, França; no Swedish Collegium for Advanced Studies in Social Science (1988), na Suécia; no St. Anthony’s College (1994), em Oxford, Inglaterra; e no Centre for Brazilian Studies (2003), também em Oxford. Presidente da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1994-1998). É membro da Academia Brasileira de Ciências e do Conselho Nacional de Avaliação da Educação Superior  (CONAES).

Atua na área de Ciência Política, com diversas publicações e ênfase sobre os seguintes temas: política comparada, educação superior, ciência e tecnologia, educação e sociologia da ciência.


registrado em:
Fim do conteúdo da página