Ir direto para menu de acessibilidade.
Últimas Notícias > Fim de Semana de solstício no Museu de Astronomia
Início do conteúdo da página

Fim de Semana de solstício no Museu de Astronomia

Programação inclui oficina que conta detalhes sobre fenômeno da astronomia que marca o início do verão, nova exposição sobre meteoritos e Planetário Inflável

  • Criado: Segunda, 16 de Dezembro de 2019, 12h59
  • Acessos: 348

Quem quiser saber tudo sobre o solstício de dezembro e a data do Natal não pode perder a programação deste sábado (21) e domingo (22) que o Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) preparou para o público. As atividades são gratuitas e voltadas para que crianças, jovens e adultos conheçam temas de astronomia e ciência de maneira divertida. O MAST abre suas portas às 14h para o público mergulhar nas maravilhas do céu exibidas no espaço imersivo do novo Centro de Visitantes. Com as imagens projetadas em um ambiente virtual, o público tem a possibilidade de saber um pouco sobre a história da Astronomia com efeitos visuais e sonoros no ambiente que simula uma jornada pelo Universo.

É uma ótima oportunidade para conhecer a recém-inaugurada exposição Ressurgindo das Cinzas, fruto da parceria entre MAST e Museu Nacional/UFRJ, que reúne meteoritos recuperados do incêndio do Palácio de São Cristóvão, em setembro do ano passado. A mostra exibe 39 peças do acervo do Museu Nacional, sendo 37 meteoritos metálicos e rochosos, uma adaga feita de ferro meteorítico e um totem que conta a história do famoso meteorito Bendegó e que, curiosamente, escapou das chamas que consumiram o Museu Nacional.

As 15h30 a oficina AstroMania traz o tema "O solstício de dezembro e a data do Natal" para contar a história sobre fenômeno da astronomia que marca o início do verão. Desde que a humanidade passou a observar o movimento cíclico do Sol, os dias dos solstícios e equinócios tornaram-se datas importantes e muitas vezes festejadas. Quem participar da atividade vai conhecer os detalhes sobre como eram celebrados os solstícios há milhares de anos em outras culturas e saber o que o fenômeno tem a ver com o Natal. Os participantes também vão aprender a construir um enfeite de Natal “planetário” para pendurar em sua árvore!

E, justamente por conta do início do solstício neste sábado, não haverá o Programa de Observação do Céu. Com o Sol se pondo cada dia mais tarde é necessário aguardar cerca de até 40 minutos para que se possa observar objetos de brilho mais fraco, a exemplo de aglomerados de estrelas e nebulosas. Portanto, a atividade retornará em março de 2020.

No domingo, além das exposições, os visitantes vão poder curtir a tarde no Planetário Inflável Digital. Dentro da cúpula são projetadas imagens que simulam o céu noturno e ensinam sobre os movimentos dos planetas e o deslocamento aparente das estrelas. As sessões acontecem às 15h, 16h e 17h e são conduzidas por mediadores do MAST, que ensinam sobre as fases da Lua, as constelações, o ciclo dos dias e das noites, os planetas visíveis e as diferenças que ocorrem ao longo do tempo.


registrado em:
Fim do conteúdo da página