Ir direto para menu de acessibilidade.
Últimas Notícias > MAST em Casa: Brincando com a Ciência
Início do conteúdo da página

MAST em Casa: Brincando com a Ciência

Iniciativa ensina o público a realizar experimentos com materiais disponíveis em casa, criando objetos que ajudam a entender princípios científicos

  • Criado: Quarta, 27 de Maio de 2020, 20h53
  • Acessos: 627

Muitas atividades lúdicas e brinquedos fazem parte do cotidiano das crianças e ajudam, além da diversão, a estimular o conhecimento sobre o mundo da ciência. Pensando em despertar ainda mais o interesse do público, o Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) apresenta uma nova versão do projeto Brincando com a Ciência, uma série de iniciativas para que crianças e jovens percebam que princípios e estudos científicos podem ser identificados em atividades prazerosas.

Toda quarta-feira, quinzenalmente, às 15h, o canal do Youtube do MAST vai apresentar um vídeo abordando um tema diferente que ensina o público a realizar uma brincadeira simples ou construir um aparato interessante,utilizando princípios científicos. A ideia é mostrar que, mesmo em casa, se pode reunir alguns materiais e objetos para criar experimentos divertidos que mostram como a ciência funciona. Os ingredientes? Um armário da bagunça, aquela gaveta cheia de quinquilharias ou ainda aquela caixa cheia de “inutilidades”. Tudo pode ser utilizado para a experiência.

Ao longo da série de vídeos, o Brincando com a Ciência vai trazer conteúdos apresentando estímulos e experiências sobre temas como luz, cor, movimento, choques e faíscas, visão, percepção, astronomia, matemática, lógica e outros temas. O primeiro episódio a ser apresentado traz o tema “som”, ensinando como fazer um sino com uma colher, um barbante e um copo. O público vai poder criar o seu próprio dispositivo e entender sobre a vibração que é transmitida através da corda e propagada com o ar que está dentro do copo.

Clique para assistir ao primeiro episódio


Sobre o Brincando com a Ciência

A iniciativa foi criada em 1986 no MAST com o objetivo de oferecer um ambiente interativo em que a brincadeira seja o elemento de aproximação do público com a ciência. Com o aproveitamento de materiais disponíveis em casa, normalmente, como garrafas PET, elásticos e tubos de caneta, são construídos os mais diversos experimentos, como o foguete de água, o boliche ecológico, o detetive químico e o avião magnético. Voltada para toda a família, a atividade utiliza princípios científicos para estimular o pensamento, a capacidade de questionar e a criatividade.

Cada aparato materializa um fenômeno científico que pode ser manipulado pelo usuário e gera situações imprevistas ou curiosas, criando, assim, uma atmosfera alegre e descontraída. O usuário procura em si mesmo possíveis explicações para os fatos e se abre espontaneamente para a busca do conhecimento.


Matérias relacionadas


Brincando com a Ciência: Canudos Elétricos
Brincando com a Ciência: O Piano de Garrafas
Brincando com a Ciência: Garrafa Equilibrista
Brincando com a Ciência: Giro-Força
Brincando com a Ciência: A Rolha Equilibrista
Brincando com a Ciência: Eletrolata dos Átomos
Brincando com a Ciência: A Tinta Invisível
Brincando com a Ciência: Eletrolata dos Átomos
Brincando com a Ciência: A Rolha Equilibrista

registrado em:
Fim do conteúdo da página